A inteligência artificial como ferramenta de mediação em conflitos internacionais: uma nova abordagem para a guerra Rússia-Ucrânia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25109/2525-328X.v.23.n.01.2024.3404

Palavras-chave:

Guerra, Paz, Inteligência artificial, Conflito, Terceiro

Resumo

O artigo analisa a guerra e a paz na ótica dos conflitos internacionais, focando na ineficácia das estratégias atuais para encerrar a guerra entre Rússia e Ucrânia. Após contextualizar a problemática da guerra e da paz, o estudo se aprofunda na questão da guerra entre os dois países, destacando as ameaças nucleares, as consequências globais e a dificuldade de estabelecer uma paz duradoura. A hipótese apresentada é que as estratégias de resolução de conflitos, baseadas principalmente na diplomacia e nas sanções econômicas, são ineficazes devido à ausência de um "terceiro" externo e imparcial que possa mediar as negociações. O artigo propõe a utilização da inteligência artificial (IA) como uma possível solução para a resolução de conflitos internacionais. A IA poderia ser usada para analisar grandes volumes de dados e identificar padrões e tendências que podem ajudar a prever conflitos antes que eles se tornem violentos ou incontroláveis. Além disso, a IA pode ser programada para ser um "terceiro" imparcial e racional nas negociações, estabelecendo normas de interação, sugerindo soluções viáveis e ajudando a facilitar acordos. No entanto, o uso de IA na resolução de conflitos deve obedecer a um conjunto de parâmetros éticos mínimos, como o respeito aos direitos humanos, a transparência, a explicabilidade, a responsabilidade, a equidade e a prevenção de danos dos sistemas.

Biografia do Autor

David Lazzaretti Vieira, Advocacia-Geral da União

Mestrando em Direito pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI, campus de Santo Ângelo/RS. Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Especialista em Direito Público pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Escola Superior da Magistratura Federal no Rio Grande do Sul (ESMAFE/RS). Procurador da Fazenda Nacional.

Adalberto Narciso Hommerding, Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul

Pós-Doutor em Direito pela Universidade de Alicante, Espanha. Doutor em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS, São Leopoldo/RS. Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Bacharel em Direito pelo Instituto de Ensino Superior de Santo Ângelo. Professor na Escola Superior da Magistratura da Associação dos Juízes do Estado do Rio Grande do Sul – AJURIS e na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI, campus de Santo Ângelo/RS, na Graduação, no Mestrado e no Doutorado em Direito. Juiz de Direito no Estado do Rio Grande do Sul.

Referências

AGUILÓ REGLA, Josep. A arte da mediação: argumentação, negociação e mediação. Tradução: Tainá Aguiar Junquilho. Curitiba: Alteridade, 2018.

BOBBIO, Norberto. O terceiro ausente: ensaios e discursos sobre a paz e a guerra. Barueri, SP: Editora Manole, 2009.

CHADE, Jamil. Apoio do Ocidente para Ucrânia é 3 vezes maior que combate à fome no mundo. UOL, [s.l.], 23 fev. 2023. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2023/02/23/apoio-do-ocidente-para-ucrania-e-3-vezes-maior-que-combate-a-fome-no-mundo.htm. Acesso em: 28 jul. 2023.

CÚPULA quer garantir que Inteligência Artificial beneficie a humanidade. ONU News Perspectiva Global Reportagens Humanas, [s.l.], 06 jul. 2023. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2023/07/1817057. Acesso em: 28 jul. 2023.

DEUTSCH, Morton. A Resolução do Conflito. Tradução: Arthur Coimbra de Oliveira. Revisão: Francisco Schertel Mendes. In: AZEVEDO, André Gomma de (Org.). Estudos em Arbitragem, Mediação e Negociação Volume 3. Brasília: Grupos de Pesquisa, 2004.

EINSTEIN, Albert; FREUD, Sigmund. Um diálogo entre Einstein e Freud. Por que a Guerra? Santa Maria: FADISMA, 2005.

ESCRITÓRIO DO ALTO COMISSARIADO PARA OS DIREITOS HUMANOS DAS NAÇÕES UNIDAS. Civilian casualties in Ukraine from 24 February 2022 to 15 February 2023. Ucrânia: 2023. Disponível em: https://www.ohchr.org/sites/default/files/documents/press/hrmmu-civilian-casualties-24feb2022-15feb2023-en.pdf. Acesso em: 25 ago. 2023.

FREUND, Julien. Sociologia del Conflicto. Traducción de Juan Guerrero Roiz de la Parra. Madrid: Ministerio de Defensa, Secretaría General Técnica. D.L., 1995.

GUERRA na Ucrânia: como grupo de mercenários Wagner se voltou contra a própria Rússia. BBC NEWS BRASIL, [s.l.], 24 jun. 2023. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/articles/c87317y04kjo. Acesso em: 28 jul. 2023.

JULIOS-CAMPUZANO, Alfonso de. Por un nuevo contrato social. Democracia, Constitución y derechos sociales en el orden global. In: SÁNCHEZ BRAVO, Alvaro (Ed.). Sensibilidad, Sociología y Derecho: libro homenaje al professor Dr. José Alcebiades de Oliveira Junior. Espanha: Punto Rojo, 2021.

KAHNEMAN, Daniel; SIBONY, Olivier; SUNSTEIN, Cass R. Ruído: Uma falha no julgamento humano. Tradução: Cássio de Arantes Leite. 1. ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2021.

MÖLLER, Josué Emílio. Direitos humanos e relativismo cultural: termos de um paradoxo? Condições para uma justiça sem fronteiras. Porto Alegre: Dialogar, 2021.

MOORE, Christopher W. The Mediation Process. San Francisco: Jossey-Bass, 2014.

ONE YEAR of Support to Ukraine: US Leads, EU Follows. IFW KIEL INSTITUTE FOR THE WORLD ECONOMY, [s.l.], 21 fev. 2023. Disponível em: https://www.ifw-kiel.de/publications/media-information/2023/one-year-of-support-to-ukraine-us-leads-eu-follows/. Acesso em: 28 jul. 2023.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para a Agenda 2030 da ONU. New York: 2015. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Acesso em: 28 jul. 2023.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA. Recomendação sobre a Ética da Inteligência Artificial. Paris: 2022. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000381137_por. Acesso em: 28 jul. 2023.

PÉREZ LUÑO, Antonio Enrique. Inteligencia artificial y posthumanismo. In: SÁNCHEZ BRAVO, Alvaro (Ed.). Derecho, inteligencia artificial y nuevos entornos digitales. Espanha: Punto Rojo, 2020.

PESQUISA da OIM mostra que a guerra na Ucrânia já deslocou 7,1 milhões de pessoas. Organização Internacional para as Migrações (OIM), Genebra, 06 abr. 2023. Disponível em: https://brazil.iom.int/pt-br/news/pesquisa-da-oim-mostra-que-guerra-na-ucrania-ja-deslocou-71-milhoes-de-pessoas. Acesso em: 28 jul. 2023.

PLUMMER, ROBERT. Rússia corta gás à Europa em meio a guerra e disputa por preços. BBC NEWS BRASIL, [s.l.], 03 set. 2022. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62779458. Acesso em: 28 jul. 2023.

POR QUE FIM DO ACORDO de grãos entre Rússia e Ucrânia afeta preço global de alimentos. BBC NEWS BRASIL, [s.l.], 17 jul. 2023. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/articles/cev8k4k9lego. Acesso em: 28 jul. 2023.

TPI EMITE mandado de prisão contra Vladimir Putin por alegados crimes de guerra na Ucrânia. ONU News Perspectiva Global Reportagens Humanas, [s.l.], 17 mar. 2023. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2023/03/1811517. Acesso em: 28 jul. 2023.

TRACHTMAN, Joel P. The future of international law: global government. Cambridge: Cambridge University Press, 2013.

VOETEN, Erik. Clashes in the Assembly. International Organization, Cambridge, v. 54, n. 2, p. 185-215, Spring 2000.

Downloads

Publicado

2024-03-27

Como Citar

LAZZARETTI VIEIRA, D.; HOMMERDING, A. N. A inteligência artificial como ferramenta de mediação em conflitos internacionais: uma nova abordagem para a guerra Rússia-Ucrânia. REVISTA DA AGU, [S. l.], v. 23, n. 01, 2024. DOI: 10.25109/2525-328X.v.23.n.01.2024.3404. Disponível em: https://revistaagu.agu.gov.br/index.php/AGU/article/view/3404. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos